Palestras

PANGEON. Comunicação, Arte e Cultura

cropped-logo2013.jpgPangeon é a marca criada por Bruno Franques para atuar como freelancer em Comunicação Visual a partir da virada do milênio.

Além de desenvolver uma ampla gama de serviços em desenho gráfico, contemplando todos os seus formatos e aplicações, a agência ainda cobre as áreas de audiovisual e museologia. Como se não bastasse, a trilha percorrida pelas ciências sociais e pela comunicação pública agregou ao visual a habilidade com as palavras, trazendo todo tipo de serviço textual, da pesquisa à produção de textos, passando pela tradução e revisão.

A agência pouco a pouco foi se alinhando à própria ideologia de seu criador e atende hoje principalmente coletivos de arte e cultura, entidades e instituições da sociedade civil e movimentos sociais.

Tendo a questão ambiental como premissa fundamental para todos aqueles que buscam incidir na transformação do mundo, incorporamos a perspectiva ecológica em toda leitura que fazemos das questões sociais.

Pangeon

Fusão de duas palavras ricas e complexas, Pangeon resulta em uma palavra fecunda e auspiciosa.

Pangéia é o nome dado ao primeiro continente, quando há cerca de 300 milhões de anos a porção de terra que formava a área não inundada do planeta constituía um único bloco, visualmente semelhante ao semblante do início da vida humana, um embrião em posição fetal. Pan, do grego, significa o todo e Géia é uma variação de Gaia, a Deusa Mãe.

0b9444_ba5543bd86675aff94f2bf6e6ac59947.jpg_256

Om é um dos mantras mais conhecidos e entoados no mundo e o mais importante do hinduísmo entre outras religiões que o praticam. É o corpo sonoro do Absoluto, o som do universo e a semente que fecunda os outros mantras. Sonoramente é formado pelo ditongo das vogais a e u, e a nasalização, representada pela letra m. Por isso é que, às vezes, aparece grafado Aum. Estas três letras correspondem aos três estados de consciência: vigília, sono e sonho.

Ohm

Pangeon é além da ode a um novo mundo possível, a fusão do passado e futuro e a ação presente para alcançar a utopia perdida. Om é o caminho de Pangéia, onde todos somos um e onde em cada um há o todo.

“Por um mundo em que sejamos socialmente iguais, humanamente diferentes e totalmente livres!”
1623191_10152297187413444_6950417834763194675_n

 

Anúncios

Jardim do Livre Sonhar

O Núcleo de Educação Infantil Jardim do Livre Sonhar é formado por um grupo de mães, pais, educadores, cidadãos e cidadãs que não acreditando no sistema de ensino tradicional resolveram criar um espaço para os envolver colaborativamente rumo a um projeto que contemple seus sonhos e suas visões de mundo.

Nossos Objetivos

1. (Pesquisa) Pesquisa da cultura local, práticas pedagógicas, informações jurídicas, projetos semelhantes e metodologias de gestão de projetos  compilando um manual de intenções.

2. (Equipe) Formar uma equipe multidisciplinar, reunindo pessoas interessadas e comprometidas, com visão e similaridades, identificando potencialidades do grupo e destacando um educador(a) com propósito comum.

3. (Espaço) Encontrar um local com custo reduzido e espaço verde que contemple as práticas da permacultura e atividades ao ar livre.

4. (Formação) Criar um Grupo de Estudos que promova pesquisa, intercâmbios, cursos e projetos comuns para apropriação de teorias e práticas pedagógicas com foco na formação e capacitação de pais e professores.

5. (Recursos) Buscar a sustentabilidade através da economia solidária com grupos de geração de renda e apoios institucionais.

6. (Comunicação) Criar um Centro de Mídia e Educomunicação para formação de redes colaborativas, divulgação e interação com a comunidade e o poder público.

7. (Práticas pedagógicas) Criar um espaço pedagógico lúdico, flexível e rítmico, que contemple Centro de Memória, Ateliê de Artes e Ofícios e atividades de campo.

http://livresonhar.wordpress.com

GaRfOS – Grupo de Articulação Regional da Feira de Orgânicos de Sorocaba

O Grupo de Articulação Regional da Feira de Orgânicos de Sorocaba (GARFOS) foi criado com a intenção de formarmos um coletivo aberto, autogestionário, colaborativo, horizontal e dinâmico para juntos criarmos uma bela, consistente e duradoura Feira Orgânica em Sorocaba, focada na disseminação dos conhecimentos e das práticas de produção orgânica e de base agroecológica na região.

As Feiras acontecem todo sábado, das 9h as 13h no Parque Natural Chico Mendes, que fica na Av Três de Março, 1025, Alto da Boa Vista, Sorocaba/SP.

MISSÃO

“Ser um espaço que promova a transformação social e a transição agroecológica a partir de uma feira de orgânicos que articule atores sociais em práticas educativas, políticas, artísticas e culturais.”

OBJETIVOS

1. FEIRA: Criar um espaço de venda direta para facilitar o acesso à alimentos orgânicos e saudáveis, à preço justo para todos, com caráter de efetivação prática da articulação das redes de agroecologia e movimentos sociais, e para promover o uso do espaço público de forma livre e espontânea tal qual um festival para o enriquecimento artístico, pedagógico, troca de saberes, sabores e envolvimento;

2. REDE: Articular e engajar comunidades de consumidores, agricultores familiares orgânicos e em transição, redes, técnicos, universidades e outros atores sociais, buscando facilitar processos, mediar conflitos, mapear e estabilizar o potencial produtivo da região;

3. EDUCAÇÃO: Realizar atividades para divulgação dos princípios e missão do GaRfOS, trabalhar em escolas pela Educação Ambiental, alimentação saudável e sobre a Economia Solidária e promover ações voltadas aos jovens rurais visando o empoderamento no processo produtivo, a capacitação e valorização profissional como agricultor, e a formação espiritual, econômica, cultural, política e ideológica para as famílias dos agricultores;

4. ESTRATÉGIA: Incidir e articular junto aos formadores de opinião, movimentos sociais e demais frentes dos 3 setores da sociedade (Estado, Empresas e Comunidade), favorecendo uma participação colaborativa e autogestionária, tendo como referencia uma Carta de Princípios e um Protocolo de Conflito de Interesses.
Promover a preservação e o resgate da agrodiversidade regional e ter em foco a ampliação do projeto;

5. COMUNICAÇÃO: Documentar e divulgar conceitos da agroecologia, da produção orgânica e da permacultura rural e urbana em ações que valorizem a agricultura familiar e difundam a riqueza nutritiva e o potencial medicinal da alimentação saudável através de campanhas transmídias, artísticas, culturais e educativas;

6. RECURSOS: Desenvolver projetos e filme institucional para captação de recursos através de financiamento coletivo, crédito solidário, criação de moeda própria e demais meios para garantir a sustentabilidade do GaRfOS, a promoção da Feira, a criação da Sede, restaurante e loja;

7. MISSÃO: Ser uma ferramenta para o re-encantamento do mundo, embasado na Ecologia Profunda e na Comunicação Não Violenta pela defesa da vida, fortalecendo assim as relações comunitárias, sociais e afetivas e promovendo a transformação e emancipação do indivíduo para a construção de um mundo melhor.
Promover a transição agroecológica nos meios rural e urbano, através da criação de uma Feira de produtos Orgânicos, da produção transmídia e de práticas educativas que contemplem as diversas manifestações sociais, artísticas e culturais, ressignificando os espaços públicos através do diálogo político do amor pelo mundo.

Encontros

Nossos encontros de articulação são sempre reuniões abertas à todos e todas, coletivos, movimentos, organizações, produtores, consumidores, coletivos, pesquisadores, professores, estudantes, produtores, consumidores e demais interessados em participar da construção deste espaço.

Nossa proposta é contribuir para agilizar a construção e fomento de uma rede, com a criação de um espaço de intercambio de relações em que os diferentes atores poderão atuar de maneira a potencializar suas ações.

www.garfos.org.br

Consultoria, Palestras, Cursos e Oficinas

Tendo em vista que seus estudos e pesquisas são interdisciplinares, se relacionam diretamente com sua militância política, social e ambiental, e transitam por diversas áreas do conhecimento, desenvolvendo o pensamento complexo em interfaces e relações entre sociologia, ciências políticas, antropologia, filosofia, educomunicação, comunicação, museologia, ecologia e educação (ver perfil completo), as possibilidades de temas e áreas abordadas em consultorias, palestras, aulas, cursos e oficinas são muitas.

A seguir, alguns temas possíveis:

Antropologia: Introdução à Antropologia; Antropologia e poder; Antropologia e diversidade.

Ciências Políticas: Políticas Participativas; História das Ideias Políticas; Utopia e Revolução; Civilização e Barbárie; Crise Civilizatória; História do Pensamento Político Contemporâneo; Política para além dos partidos.

Ciências Sociais: Globalização e Crise Civilizatória; Movimentos Sociais, Militância e Ativismo Político; Sociedade do Consumo; A Crise dos Paradigmas Contemporâneos: Modernidade e Pós Modernidade; Movimentos Sociais Pós Modernos; Pós-Modernidade Libertária; Crítica do Consumo Consciente e Responsável; Economia Solidária; Soberania Alimentar.

Comunicação: Comunicação Social; Educomunicação; Mídia Radical; Comunicação Pública e Popular; Comunicação e Movimentos Sociais; Filosofia da Comunicação.

Educação: Educação Popular; Educação Libertária; Pedagogias Alternativas; Escolas Democráticas; Educação Ambiental; Educação, Comunidade e Movimentos Sociais; Processos Educativos Livres e Libertários.

Educomunicação: Fundamentos da Educomunicação, Comunicação, Ética e Ação Educomunicativa, Pedagogia da Comunicação, Produção Midiática, Mediação Tecnológica, Comunicação e Educação, Mídias Sociais e Educação.

Filosofia: História da Filosofia, Introdução à Filosofia; Filosofia da Cultura; Filosofia da Comunicação; Filosofia Política.

Meio Ambiente: Educação Ambiental; Sociedade e Meio Ambiente; Ecologia e Anarquismo; Agroecologia.

Sociologia: Introdução à Sociologia; Sociologia da Comunicação; Sociologia da Educação; Sociologia dos Movimentos Sociais; Sociologia Política.

Vamos conversar?